Escolas

×

Mensagem

Failed loading XML... expected '>' Opening and ending tag mismatch: script line 1 and scr xmlParseEntityRef: no name xmlParseEntityRef: no name StartTag: invalid element name xmlParseEntityRef: no name xmlParseEntityRef: no name EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' StartTag: invalid element name xmlParseEntityRef: no name EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' StartTag: invalid element name xmlParseEntityRef: no name EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' EntityRef: expecting ';' expected '>' Opening and ending tag mismatch: script line 1 and scr expected '>' Opening and ending tag mismatch: script line 1 and scr Opening and ending tag mismatch: meta line 1 and head StartTag: invalid element name Entity 'aacute' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'eacute' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'oacute' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'ecirc' not defined Entity 'eacute' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'copy' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'iacute' not defined Opening and ending tag mismatch: body line 1 and script Opening and ending tag mismatch: head line 1 and body

Bairro Escolar, Malveira
2665-226 Malveira

info.aealucena@gmail.com

Tel: 219 862 631 / 669

Fax: 219 861 565


 

 A escola sede teve a sua origem no antigo Externato da Malveira, inicialmente apenas com as valências do Pré-Escolar e Primeiro Ciclo, sendo posteriormente alargado aos outros níveis de escolaridade denominados então Ciclo Preparatório e Ensino Liceal.

Este agrupamento deve o seu nome ao professor Armando de Lucena em homenagem à sua vasta obra enquanto artista plástico e ao seu percurso docente na escola construída anos mais tarde. O atual edifício foi inaugurado em 1987 como Escola C+S da Malveira, tendo sofrido em 2017 uma requalificação profunda. O logotipo que identifica este agrupamento representa símbolos inerentes à Malveira/Zona Oeste (Um moinho de vento, um sol, duas crianças e um livro). Este foi selecionado através de concurso interno.

 

escola JPG

 

A constituição física da Escola assenta num conjunto de cinco blocos escolares e um campo desportivo, além de uma área descoberta constituída por vários espaços verdes, escadas de acesso aos pavilhões e taludes com algumas áreas ajardinadas. O pavilhão A é o maior e contém a sala de convívio dos alunos, sala do pessoal docente, sala do pessoal não docente, papelaria e reprografia, bar, cantina escolar, o gabinete do SPO, sala de Educação Especial, sala de informática, e salas de aula no R/c e 1º andar. Nos pavilhões B, C, D concentram-se as salas de aula, arrecadações para apoio às atividades letivas e instalações sanitárias. Existe ainda o pavilhão E (antigo edíficio que funcionou até 2017, como Casa de Cultura da Malveira), onde se concentram os serviços administrativos e de apoio à realização das atividades educativas: Secretaria, Direção, Biblioteca, instalações sanitárias, sala de atendimento de pais e encarregados de educação, uma sala de projeção e de estudo, sala de trabalho, sala de diretores de turma, o Gabinete de Apoio ao Aluno e ainda um auditório partilhado com a Camara Municipal de Mafra.

 


 

As atividades desportivas são realizadas no Pavilhão Desportivo Municipal Eng.º Ministro dos Santos, espaço contíguo ao Estabelecimento Escolar. Existe ainda uma parede de escalada, no pavilhão A.

 Existem áreas espaçosas, adaptadas para diferentes atividades mas não facilitadoras de práticas que envolvam maior interação entre os alunos e diferentes experiências de aprendizagem.

As condições a nível trabalho individual para os docentes, são partilhadas.

A escola sede dispõe de laboratórios adequados ao ensino experimental das ciências no pavilhão D. Existem salas adaptadas que permitem uma aproximação às práticas experimentais. 

O Agrupamento possui, ainda, espaços especializados para a integração de crianças com Currículo Específicos Individuais (CEI)  –  duas salas na escola sede e duas Unidades de Multideficiência.

Para os alunos que frequentam os Cursos de Educação e Formação (CEF) existe uma sala adequada à especificidade do curso, (sala com materiais para o Serviço de Cozinha).


 

O AEPAL possui cinco bibliotecas escolares (BE) integradas no Programa da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE).

Estas servem, assim, de forma articulada, todos os elementos da comunidade educativa e são geridas por um grupo coordenador, composto 

por duas professoras bibliotecárias com formação especializada, que asseguram a organização dos recursos e que pretendem contribuir para a melhoria dos resultados escolares dos alunos, designadamente através do desenvolvimento dos hábitos e competências de leitura, da literacia de informação e das competências digitais. Pretendem ainda trabalhar em colaboração com todas as estruturas do agrupamento e apoiar as atividades curriculares, livres, extracurriculares e de enriquecimento curricular incluídas no Plano Anual de Atividades do Agrupamento.

As BE são espaços multimédia, estão em livre acesso para consulta e produção de documentos em diferentes suportes e têm funções diversas: formar, informar, contribuir para o enriquecimento cultural dos alunos, para o desenvolvimento do espírito crítico e da autonomia, promovendo, assim, a sua formação integral, o gosto pela autoaprendizagem e o desenvolvimento de competências de aprendizagem ao longo da vida. No atual contexto da sociedade de informação é também objetivo das BE contribuir para a utilização crítica dos distintos suportes de informação, aumentando os níveis das diferentes literacias.

 As BE, enquanto espaços integradores de toda a comunidade educativa, estão envolvidas na concretização das grandes linhas de ação do Projeto Educativo e pretendem estar ao serviço de cada uma das metas traçadas, assumindo, deste modo, a sua centralidade e transversalidade na escola enquanto instituição. No entanto e para que isso aconteça é importante promover a alteração de práticas e a valorização do papel e função da BE, nomeadamente assumindo como prioridade a formação nesta área e, em conjunto com o CFAERC, mobilizar recursos para que seja assegurada formação a todo o corpo docente. Só assim se poderá alcançar o desígnio de trabalhar colaborativamente, em verdadeira articulação curricular, cumprindo as orientações do referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar”.

 


 

Nestes espaços são servidas diariamente refeições à quase totalidade das crianças matriculadas no pré-escolar 1º ciclo e, em média,  a 260 alunos do 2ºe 3º ciclos. O elevado número de refeições servidas na Escola sede exige aos alunos algum tempo de espera, situação que se acentuou nos últimos anos letivos, pois têm recorrido cada vez mais a este serviço.

Face ao número crescente de alunos com carências alimentares, a autarquia proporciona pequenos almoços a algumas crianças do Pré-escolar e 1ºCEB. A Direção do agrupamento, no âmbito do Programa Escolar de Reforço Alimentar (PERA), proporciona pequenos almoços e almoços, a alguns alunos, referenciados pelos respetivos diretores de turma.

 A manutenção e preservação dos espaços, na escola sede, constituem também objetivos bem patentes, quer na preocupação da resposta imediata aos arranjos necessários para um funcionamento normal, quer no embelezamento e limpeza dos espaços. As restantes escolas do AEPAL estão sob a tutela da autarquia que zela pela sua cuidadosa manutenção.

 Face à descrição da escola sede, apresentada anteriormente, não deixa de ser notória a presença de alguns pontos menos favoráveis, que se vão detetando e que apontam para a necessidade de correção, como seja: reconstrução da escola sede com a substituição de coberturas em fibrocimento, colocação de elevador no pavilhão A (para acesso à biblioteca) ou uma edificação nova de todos os pavilhões ou área correspondente, eliminando a existência de barreiras arquitectónicas.

 Todos os materiais / equipamentos móveis que existem nos diferentes estabelecimentos (portáteis, material de laboratório, material de matemática, projetor, material áudio, entre outros) estão disponíveis para uso, em todo o Agrupamento, através de processos prévios de requisição.

 O Agrupamento dispõe de material informático e de equipamento multimédia, nomeadamente, um computador e projetor em todas as salas da escola sede e ainda um quadro interativo em oito salas de aula.

 Na escola sede, a utilização destes equipamentos é generalizada, quer no domínio das práticas pedagógicas quer administrativas (sumários digitais e registo de faltas).

 

Marcação de Refeições

kiosk

Política de Privacidade

Jornal Pangeia

Capa jornal junho 2018

Vende-se na papelaria da escola sede

 NEWSLETTER

MAIO

 FACEBOOK

Facebook do Agrupamento

1.º CICLO  e PRÉ - MALVEIRA

blog malveira 1

Portal Escolas - Novidades

Calendário da Educação

JSN Epic template designed by JoomlaShine.com